quarta-feira, 18 de março de 2009

Breve momento na cozinha

Entrou na cozinha e ligou a luz. Após algumas piscadelas, as lâmpadas enfim acenderam. Foi andando em direção ao balcão: estava mesmo muito cansado. Há quantos dias não dormia deveras? Ficava acordado lendo ou escrevendo ou então simplesmente evitando dormir, e não sabia bem certo pra quê. Mas agora pesava a sua cabeça, pesava demais, e suspirou.

Chegou até a maquininha de café, posicionou um copo de plástico abaixo da abertura e apertou o botão. Relaxou um pouco mais ao ouvir o típico som do copo enchendo. "Caramba", pensou consigo, "O que pode ser mais abstrato do que uma 'maquininha' de café?".

Pegou o copo e bebeu. Estava ruim. Mas bebeu. Abriu uma das gavetas acima de sua cabeça e alcançou uma fatia de pão. Pensou por um momento e passar mel e deixá-la mais apetitosa, mas decidiu-se de que o esforço era pordemais grande. Deu uma mordida, o pão puro. Tomou mais um gole. E, de súbito, sorriu. "Cara", disse em voz alta para ninguém em particular, "Ela é como um caleidoscópio".

Comeu mais um pedaço do pão e saiu da cozinha. Ainda sorrindo.

5 comentário(s):

disse...

sempre filosofando, hein.
em tempo: adorei o caledoscópio

Caqui disse...

é, foi criativo.
ficou sem dormir pra escrever essa?

Caqui disse...

ah,ADOREI.

C. disse...

gostei muito!
vc tem potencial..

www.casadobesouro.blogspot.com

Isa disse...

"Cara" ^^
Acordei com os lados líricos muito de bem, hoje. Gostei, gostei